Tipos de backup: quais são e como escolher o ideal para o seu negócio

Tipos de backup: quais são e como escolher o ideal para o seu negócio

Tipos de Backup

Proteger os dados das empresas é uma tarefa complexa, ainda mais que esse fluxo de informações aumenta proporcionalmente ao desenvolvimento da tecnologia. Por isso, é preciso conhecer os tipos de backup disponíveis no mercado e aplicar aquele mais adequado ao padrão do seu negócio.

Essa proteção de dados valiosos contra perdas acidentais, falhas de aplicativos, contratempos no servidor, ransomware e diversas outras formas que tornam os dados irrecuperáveis é uma das principais metas do setor de TI.

Neste post, você vai entender quais são os tipos de backup disponíveis e como funciona essa estratégia de proteção de dados, que vai muito além de copiar arquivos e colar para outra unidade.

Continue lendo!

O que significa fazer backup?

Traduzindo para o nosso bom português, fazer backup se refere a fazer uma cópia de segurança.

A estratégia nada mais é do que armazenar documentos e mídias em outro dispositivo físico ou virtual para dar mais segurança.

Isso garante que você não deixou todos os arquivos em um lugar só, correndo um risco maior de perder tudo caso aconteça algum imprevisto.

Por exemplo, se algum erro no sistema causar a perda dos dados, pode ser que não haja como recuperá-los. Vítimas de ransomware também não têm garantia de que terão seus dados de volta quando sofrem um ataque.

A cópia de segurança também pode ser usada para ter uma versão original de determinado arquivo, caso seu armazenamento principal seja acessado por outros funcionários, por exemplo, e sofra modificações.

Com o papel sendo substituído pela mídia digital, não são apenas as grandes empresas que devem adotar essa forma de organização e armazenamento. Empresas menores também precisam estar atentas às medidas de segurança.

Conhecendo os principais tipos de backup, você terá como avaliar cada uma de suas diferenças e optar pelo modelo que se encaixe melhor no seu orçamento, de acordo com as necessidades específicas do seu negócio.

Onde armazenar as cópias de segurança?

Você pode optar por três tipos de armazenamento.

São eles:

Fita magnética

Essa opção já não é mais tão utilizada, mas tem baixo custo, além de possuir alta capacidade de armazenamento.

A velocidade de gravação e recuperação de dados pode ser considerada aceitável dependendo das suas demandas.

Mídia simples

Entre as opções de mídias simples mais comuns, podemos citar CDs, pen drives e HDs externos.

Essas opções têm baixo custo, porém não são tão seguras. Isso porque, muitas vezes, pode ser que apenas uma unidade não seja suficiente e seja necessário dividir os arquivos entre várias.

Além disso, por serem objetos, podem ser facilmente danificados, perdidos ou furtados, o que é algo a se levar em consideração na hora de escolher entre os tipos de backup.

Nuvem

Essa é a opção de backup mais moderna disponível atualmente. O backup na nuvem amplia o espaço de armazenamento e oferece mais segurança.

Através dele, a empresa pode adquirir mais espaço sempre que desejar e tudo é feito automaticamente, conforme a programação definida pela própria companhia.

Além disso, ele oferece a possibilidade de acessar os documentos de qualquer lugar, desde que haja acesso à internet.

Os dados podem ser visualizados utilizando qualquer notebook ou celular, sem precisar ficar carregando o seu dispositivo de um lado para o outro. Tudo através de uma senha.

Quais são os tipos de backup?

Agora vamos falar sobre as maneiras práticas de armazenar seus dados para evitar riscos das formas mais preventivas possíveis.

Veja!

Backup completo

O backup completo é aquele em que a empresa faz uma cópia completa dos dados.

A cada nova mudança, ou com base em um intervalo predefinido pela empresa, todos os arquivos são copiados novamente.

Esse tipo de backup é mais demorado e exige um amplo espaço de armazenamento.

Sua vantagem é que a empresa mantém a reprodução de todos os documentos caso precise recuperá-los posteriormente.

Backup diferencial

No backup diferencial, é realizada uma cópia de segurança apenas dos arquivos novos e daqueles que sofreram alguma modificação, considerando apenas a última modificação como referência.

Ele apresenta uma velocidade relativamente maior que a do backup completo, pois não precisa realizar cópias de todos os documentos disponíveis nas máquinas novamente. Por isso, também ocupa menos espaço.

O tempo de restauração, consequentemente, também é maior.

Backup incremental

O backup incremental é um pouco mais restrito. Ele realiza a cópia apenas das modificações que foram feitas após um intervalo determinado.

Para esse tipo de backup, é executada uma cópia completa de todos os arquivos. Após a realização dessa cópia, a cada novo backup, o sistema verifica o que foi alterado e copia apenas os arquivos mais recentes.

Isso agiliza o processo de backup a médio e longo prazo.

Ele se revela como o mais rápido dos tipos de backup e exige menos espaço de armazenamento, além de demandar menos tempo de restauração.

Por outro lado, sua vulnerabilidade a problemas é maior.

Como decidir qual dos tipos de backup é melhor para mim?

Essa é uma pergunta que não tem resposta definitiva, pois varia muito com a demanda de cada negócio e as prioridades de cada gestor.

Mas alguns aspectos principais podem ser analisados para ajudar você a chegar a essa conclusão.

O ideal é pensar sobre que tipos de dados você quer proteger e qual nível de risco e vulnerabilidade sua empresa possui.

Algumas perguntas que podem nortear essa avaliação são:

  • Com que velocidade posso precisar restaurar dados?
  • É necessário manter os serviços sempre disponíveis para os clientes?
  • Será necessário fazer backup completo de bancos de dados, arquivos, sistemas operacionais, aplicativos e configurações?
  • Há algum limite na capacidade de recuperar dados?
  • Minha empresa já foi hackeada antes?
  • Os funcionários são descuidados? Causam preocupação quando se trata de segurança?
  • Os clientes fazem login no meu sistema para acessar dados ou serviços?
  • Qual a dificuldade da senha para acessar esse sistema?

Respondendo a essas questões, você poderá comparar quais necessidades da sua empresa são mais evidentes e qual modelo de backup se enquadra melhor no seu negócio.

Gostou de saber mais sobre os tipos de backup? Acompanhe nosso site para saber todas as novidades e informações da área de Tecnologia da Informação!

Compartilhe no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *