ABRIR CHAMADO
Logo netsupport

Problemas com impressoras? Conheça as causas e soluções!

A famosa Lei de Murphy defende que se alguma coisa pode dar errado, ela certamente dará errado. Isso explica o fato dos problemas com impressoras sempre aparecerem quando mais precisamos delas.

Brincadeiras à parte, quem nunca ficou na mão quando mais precisou de uma impressão? Seja na hora de emitir um boleto, entregar um relatório ou contrato. Problemas com impressoras representam boa parte dos chamados de suporte técnico de TI. Mas saiba que é possível evitá-los.

Nossos Supporters, Leonardo Jefferson e Arthur Machado, contam suas principais dicas, para que você não sofra mais com a sua impressora. Faça sua parte de usuário consciente e aplique essas ações no seu dia a dia.

Como acontecem os problemas com impressoras?

Assim como em todos os dispositivos de tecnologia, os problemas com impressoras são ligados ao hardware ou ao software. Vírus, má utilização e até mesmo o clima são fatores que podem parar o equipamento.

Por exemplo, o fato de vivermos em um país de temperatura mista, causa a oxidação das partes eletrônicas e secagem das partes mecânicas muito mais fácil e rapidamente. Isso aumenta a probabilidade de problemas ligados aos hardwares.

Quanto aos softwares, a instalação inadequada ou incorreta de drivers é o principal influenciador de problemas. Os usuários costumam não se atentar a versão apropriada do driver ou fazem a instalação de maneira incorreta. O que afeta a comunicação entre impressora e computador, deixando o equipamento instável com o passar do tempo. Se você não se sente seguro para executar essas configurações, é importante procurar o apoio de um profissional qualificado.

Causas e soluções dos problemas com impressoras

A lista de problemas que as impressoras costumam apresentar é extensa. Reunimos os mais frequentes, com base na experiência dos Supporters que contribuíram com esse artigo.

Impressora não imprime ou demora a imprimir

Em algumas situações a troca do cabo USB é o suficiente. Algumas impressoras pedem cabos mais grossos ou com filtro, para diminuir o ruído. Se a conexão for via Wi-Fi, a distância ou obstáculos (paredes, vigas, móveis e etc.) podem ser a causa do problema

Papel emperrado

Use o papel adequado. Nesse caso, verifique no manual as recomendações do fabricante sobre quais tipos de papel a impressora suporta.

Fila de impressão

É comum as solicitações de impressão se acumularem. Na pressa, os usuários costumam acionar o comando imprimir duas ou três vezes. Para acabar com esse problema, limpe a fila de arquivos para impressão. Em seguida, mande seu documento novamente, apenas uma vez.

Manchas nas folhas

O equipamento ou seu cabeçote devem estar sujos. Efetue a limpeza dos cabeçotes a cada seis meses, de acordo com as configurações da impressora.

Impressora fazendo muito barulho

Os ruídos são causados por uso excessivo, mas o equipamento também pode estar obsoleto. O recomendado é lubrificar ou realizar a limpeza da impressora. Mas fique atento! Se esse problema persistir, chegou a hora de aposentá-la.

Falha de conectividade

Instalação incorreta de drivers e plug-ins. Reinstale as aplicações corretamente, seguindo o passo a passo do fabricante.

Consumo excessivo de insumos (tintas)

As configurações de impressão podem estar alteradas. Alguns equipamentos trazem opções de melhor qualidade, que consomem mais suprimentos. Configure o dispositivo no modo regular, para economizar.

Dicas para conservar a sua impressora

Prevenir é a melhor forma de evitar problemas e conservar a sua impressora por muito mais tempo. Como usuário, procure utilizar sua impressora seguindo as instruções dos fabricantes e de especialistas em TI. Você é o principal influenciador na durabilidade do equipamento. As instruções abaixo vão ajudá-lo a cumprir o seu papel.

  • Como já citado, a limpeza da limpeza dos cabeçotes é essencial. É como limpar o pincel de um pintor. Além disso, esse processo ajuda a economizar – um pouquinho – de tinta e prevenir as manchas no papel. Faça a limpeza de cabeçotes sempre a cada seis meses;
  • Na hora da limpeza externa, use apenas um pano umedecido com água. O uso de produtos de limpeza não é recomendado;
  • Usar os cartuchos originais parece desnecessário, mas não é. Produtos comprados dos fabricantes são desenvolvidos para o melhor aproveitamento dos recursos e diminuem os riscos de avarias no equipamento. Ah! E lembre-se sempre de nunca forçar a sua entrada, quando for trocá-los.
  • Não deixe grandes quantidades de papel na impressora. A umidade o deixa molhado, dificultando a aderência da tinta e fazendo, inclusive, com que as folhas emperrem;
  • Se a sua impressora tiver um scanner, utilize-o sempre com a tampa fechada. Quando for necessário limpar o vidro, utilize apenas a uma flanela;
  • O papel “atolou”? Evite abrir o compartimento por onde ele passa e puxar as folhas. Isso faz com que o rolo e a guia das folhas se soltem, ou ainda pior, sejam danificados permanentemente.
  • Nunca desligue uma impressora, em funcionamento, direto da tomada. Esse ato ocasiona pequenas faíscas, que danificam os hardwares. Use sempre o botão de liga/desliga
  • Evite colocar livros e papéis sobre as impressoras. Elas não suportam muito peso. Isso faz com que o dispositivo ganhe pequenas rachaduras, diminuindo sua vida útil.

Consertar ou não consertar impressoras com problemas?

Esta em dúvida se realmente ainda vale a pena mandar a sua impressora para o conserto? Para tomar essa decisão, é preciso ponderar algumas questões.

As impressoras são um tipo de periférico que têm entrado no mercado com um valor muito baixo. Na grande parte dos casos, o conserto, normalmente, atinge um valor muito próximo ao preço de compra. Por isso, avalie seu orçamento com calma. Uma dica é comparar o custo do reparo com o preço de um modelo similar ao da impressora danificada.

O conserto sempre valerá a pena quando ainda há cobertura pela garantia. Quando for uma impressora profissional também, já que são equipamentos mais robustos. Para dispositivos que já não estão mais em garantia, o recomendado é consertá-los apenas se o custo não ultrapassar 30% do valor de uma nova. Agora, se ele já passou pela assistência técnica mais de três vezes e continua apresentando problemas, a substituição é a melhor alternativa.

Importante: Em média, a evolução do mercado de impressoras simples e domésticas é de dois anos. No caso dos modelos profissionais, esse prazo se estende entre cinco e sete anos. Essas informações também vão ajudá-lo na hora de decidir se o equipamento será consertado ou não.

Dica extra: Economize impressões e o uso de papel

Problemas com impressoras foram o nosso tema principal. Mas, precisamos ressaltar também a importância de economizar as impressões dentro da sua empresa. Essa atitude contribui para a preservação do meio ambiente e também pode ajudar a sua empresa a poupar gastos.

A economia de impressões faz parte das práticas de TI Verde.  Essas recomendações visam contribuir para um setor de tecnologia mais sustentável e consciente. Você pode saber mais sobre, lendo nosso artigo TI Verde: A sustentabilidade na área de tecnologia.

5 respostas

  1. Limpar fila de impressão
    abra linha de comando como administrador (DOS)
    net stop spooler

    depois
    net start spooler

  2. Limpar fila de impressão
    abra linha de comando como administrador (DOS)
    net stop spooler

    depois
    net start spooler

  3. Fui plugar o cabo da impressora na porta USB do PC e deu curto, após isso a impressora parou de imprimir, pode ter queimado algum hardware?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.