Categories: Tendência

Transformação digital: o guia completo para empresas

Transformação digital pode parecer um termo um tanto quanto exagerado e distante do nosso presente. Porém, ele já é realidade em nossas vidas.

Considerando os âmbitos social, profissional ou familiar, fica claro que está cada vez mais difícil ignorar as consequências culturais e comportamentais que a tecnologia trouxe para o mundo moderno.

Os canais de comunicação estão se tornando cada vez mais simples de acessar e fáceis de usar, permitindo a participação de um número ilimitado de pessoas que, em tempo real, exigem informação imediata e contínua.

Em contrapartida, é possível administrar o recebimento dessa informação, opinando ativamente através de um dos canais disponíveis.

As empresas, é claro, se encontram no meio dessa correnteza. Relacionamento com clientes, colaboradores, fornecedores e demais parceiros estão mudando, assim como os setores dentro da própria organização.

Departamentos que antes eram apenas operacionais, começam a receber atenção por sua capacidade estratégica de impulsionar os resultados, aprimorando a experiência focada no cliente.

As empresas têm um papel determinante na transformação digital, como veremos ao longo do texto, sendo necessária uma visão mais responsável e comprometida no que diz respeito a esse tema.

Por isso, neste texto vamos abordar tudo que você precisa saber sobre transformação digital! Confira:

  1. O que é transformação digital?
  2. Impacto da transformação digital nas empresas
  3. Benefícios da transformação digital
  4. Protagonismo da TI na transformação digital
  5. A transformação digital em diferentes setores

Boa leitura!

O que é transformação digital?

Com o surgimento da internet e das novas tecnologias, não só a forma como interagimos em sociedade mudou, como as empresas perceberam uma mudança na maneira de fazer negócio.

Isso ficou claro com o surgimento de um verdadeiro desafio: estabelecer novas noções de trabalho e planejamento, visto que as adotadas anteriormente já não poderiam suprir a demanda vigente.

O processo, tão intenso e atingindo tantos pilares internos, é digno de uma transformação, a transformação digital. Aquelas empresas que conseguiram se adaptar e sair na frente começaram a apresentar resultados melhores, com um desempenho mais satisfatório.

Isso porque, em sua estrutura interna, haviam mudanças na gestão estratégia, que começou a trazer a tecnologia para um ambiente central nas decisões e ações que seriam tomadas dali para frente.

É claro que, para qualquer empresa, o processo é demorado. Reformular todo o conjunto de trabalho interno não é um processo que poderia ocorrer imediatamente. Mas, sem dúvidas, o esforço é compensado mais tarde.

Ainda que essa ideia seja bem aceita nos debates sobre empreendedorismo, na prática ainda há muita coisa a ser mudada. A transformação digital ainda está caminhando e ainda é apenas um plano para muitas empresas, inclusive no Brasil.

A necessidade de capacitação tecnológica e investimento na área de TI são fatores que tornam mais demorado o processo de chegada ao nível superior de maturidade da transição.

O que não se pode negar é que a transformação digital é um novo momento, do qual não se pode fugir. Em outras palavras, as empresas que não começarem a trabalhar agora, ficarão para trás.

Entenderemos mais sobre as razões disso ao longo deste texto.

Impacto da transformação digital nas empresas

A transformação digital mudou radicalmente a vida das pessoas nos últimos anos.

Em pouco tempo, por exemplo, o celular, que tinha como funções principais as ligações e envio de SMS, já entrega uma variedade de ações, como fazer fotos e vídeos em alta qualidade, chamadas em vídeo, áudios, acesso à internet, jogos, delivery de comida, entre outras centenas de opções.

Além desse verdadeiro impacto na vida de pessoas comuns em suas rotinas normais, há um choque ainda maior quando falamos do mercado empresarial.

As novas tecnologias revolucionaram produtos, estratégias e modelos de negócio com a velocidade de um furacão. Diversas coisas se tornaram obsoletas de uma hora para a outra.

Basta pensarmos, por exemplo, nas câmeras digitais e nos aparelhos de MP3 e MP4. Em um dia, eram as tecnologias mais incríveis e inovadoras do mercado e, em um piscar de olhos, já estavam sendo substituídos por novidades mais atraentes.

Já imaginou as consequências disso para as empresas que trabalhavam com esses produtos? Foi, com certeza, algo bem assustador e que exigiu uma reformulação de objetivos quase que imediata.

Podemos destacar, portanto, três pilares principais das empresas que sofreram impacto com a transformação digital: os modelos de negócio, os processos operacionais e a experiência do cliente.

Modelos de negócio

A mudança provocada pela transformação digital nos modelos de negócios é a necessidade da reformulação da gestão.

Pensando em um alcance global, surge a demanda de investimento em marketing digital para captação de clientes, pensando nas necessidades que o público adquire e como supri-las em tempo hábil.

Processos operacionais

Dentro dos processos operacionais, a transformação digital trouxe mais tecnologia e menor papel, por exemplo.

Formulários, pastas e projetos são digitalizados com o objetivo de agilizar os processos, facilitar a troca de informações, otimizar o espaço e mapear estratégias de uma maneira mais visual e prática.

A mensuração de resultados e modificações necessárias, por conseguinte, torna-se mais eficiente.

Experiência do cliente

A personalização dos serviços ao cliente é uma das principais características da transformação digital.

Os usuários, mais exigentes, demandam uma atenção maior por parte das empresas, que precisam ampliar seus pontos de contato com os usuários, desenvolver o engajamento e criarem um laço de confiança e fidelidade para que a venda se consolide.

Benefícios da transformação digital

De fato a transformação digital teve um impacto forte para as empresas, que ainda estão em processo de adaptação, tentando compreender todas as mudanças necessárias para essa nova etapa.

Por outro lado, os benefícios de todo esse esforço compensam, e esse é o aspecto que deve ser levado em consideração durante essa transição.

Ainda que seja um processo obrigatório para companhias que desejam sobreviver no mercado, sem dúvidas é também muito positivo. Vejamos alguns dos principais benefícios proporcionados pela transformação digital:

Eficiência

Diversos fatores podem prejudicar a eficiência de um negócio. Pouca integração entre setores, gargalos que impedem que as ações encontrem soluções mais eficazes, dificuldade de comunicação entre as equipes, entre outras.

Independente da razão, a produção final acaba sendo prejudicada por todo esse travamento entre os processos.

A transformação digital, por outro lado, é capaz de conduzir a empresa para melhorias, eliminando muitos destes obstáculos.

No impacto operacional, por exemplo, os fluxos de trabalho mais automatizados conferem maior controle e precisão à atividades, reduzindo os ruídos que surgem pelo caminho.

O tempo passa a ser melhor administrado, a dificuldade de acesso à informação é amenizada e os descompassos são eliminados.

Vantagem competitiva

Empresas que aos poucos vão conseguindo se inserir nas mudanças da transformação digital estão investindo em estratégias que promovem vantagem competitiva.

Ou seja, elas utilizam as novas ferramentas tecnológicas para criar produtos, adicionar fluxos de receita, atrair novos clientes, reduzir custos, otimizar o trabalho, entre outras ações.

Por outro lado, aquelas que ainda estão no começo de sua jornada de adaptação, ainda tentam decifrar qual a melhor forma de colocar a transformação digital em prática.

Logicamente, estão em uma posição de desvantagem por não terem uma visão tão forte do cenário em que se encontram.

Por essa razão, fica compreensível as razões pelas quais as empresas inevitavelmente caminharão cada vez mais em direção ao nível mais avançado de maturidade digital.

As inovações promovidas pela transformação digital alteram e substituem diversos processos existentes, modificando as bases do negócio ou, no mínimo, exigindo que novos profissionais, com novos perfis de conhecimento, sejam recrutados.

Em outras palavras, são novos desafios.

Protagonismo da TI na transformação digital

A transformação digital promoveu uma explosão de novas tecnologias. O setor de TI, por sua vez, acabou adquirindo um papel de liderança na administração de todas essas novidades.

Na medida em que as empresas perceberam e estão percebendo que aliar estratégias com as novas ferramentas é uma forma de aprimorar seus processos, a equipe de TI conquista um protagonismo especial por sua capacidade de modelar esse cenário da melhor forma possível.

Para ilustrar melhor esse destaque da TI para as empresas nesse momento, vejamos algumas das tendências em alta com a transformação digital e como a tecnologia da informação pode intervir extraindo o melhor de cada uma delas para o sucesso dos negócios:

Big Data e Analytics

A informação é cada dia mais preciosa para os negócios. As ferramentas de Big Data e Analytics, com sua capacidade de recolher e analisar dados sobre o consumidor, tendências de mercado e suas oscilações, são essenciais para uma tomada de decisão mais eficaz dentro do mundo corporativo.

O futuro de um negócio está diretamente relacionado com a maneira com que esses dados são tratados, suas técnicas e objetivos.

A TI atua, nesse sentido, de forma estratégica, identificando problemas, aplicando soluções e mensurando os resultados continuamente, fornecendo relatórios que trilham os caminhos que o negócio deve percorrer.

Machine learning e Inteligência Artificial

As tecnologias de Inteligência Artificial e Machine Learning, quando aplicadas dentro da rotina empresarial, otimizam consideravelmente o trabalho, além de também serem usadas estrategicamente.

Ou seja, a equipe de TI, ao investir no desenvolvimento destas técnicas, além de resolver dificuldades operacionais do empreendimento, também promovem soluções para a competitividade do mercado.

Com máquinas mais inteligentes, tarefas burocráticas podem ser automatizadas, permitindo que as equipes internas voltem seus esforços para funções que exigem mais criatividade.

Da mesma forma, é possível identificar padrões de clientes e ações de consumo, visualizando oportunidades para investimentos futuros.

A chegada do 5G

A conexão 5G é uma realidade não muito distante. Com isso, as empresas precisam trabalhar para estarem prontas para quando essa tecnologia chegar ao nosso mercado.

Isso significa que os departamentos de TI precisam otimizar seus dispositivos para receber esse novo tipo de conexão, mais rápida e potente, desde já desenvolvendo estratégias que possam aliar essa novidade ao potencial da Internet das Coisas.

Carros e dispositivos eletrônicos inteligentes serão consequências dessas inovações, representando um forte potencial de negócio para o mundo corporativo.

Segurança digital

Considerando que a coleta e análise de dados têm se tornado uma das principais tendências estratégicas para as empresas nos últimos anos e que só deve crescer no futuro, já há uma crescente preocupação com a segurança de toda essa informação recolhida.

Em virtude de casos de vazamento de dados que já provocaram prejuízos para grandes empresas, medidas de segurança se consolidaram na Europa e nos Estados Unidos, chegando agora também a Brasil, através da Lei Geral de Proteção de Dados.

O posicionamento e competitividade das organizações dependerá, ainda, do quão seguras elas são internamente, ou seja, do quanto investem em auditorias, barreiras de proteção contra hackers e perda de arquivos, por exemplo.

Para que isso seja possível, a preocupação com uma equipe de TI forte, composta por profissionais capacitados e em constante aperfeiçoamento para que possam garantir uma vigilância constante, é mais do que nunca muito presente nos dias atuais.

Wearables

A tecnologia wearable é aquela aplicada em pulseiras ou relógios digitais, por exemplo. Com sensores integrados, esses dispositivos são capazes de realizar varreduras e informar dados biométricos do usuário, como frequência cardíaca e condições de saúde.

Podem, ainda, fornecer dados sobre o ambiente como a presença de partículas perigosas no ar.

O potencial inédito de otimização dessa tecnologia já se provou enorme e as empresas não perdem tempo em avaliar suas aplicações dentro do ambiente de trabalho.

Elas podem ser úteis, por exemplo, na otimização do treinamento de funcionários, rastreando localizações e até serem usados como forma de promover uma integração ainda maior entre as equipes.

Experiência do usuário/cliente

O sucesso de todas as ferramentas proporcionadas pela transformação digital está diretamente ligado à experiência do cliente.

Isso porque de fato essas inovações melhoram o relacionamento entre marcas e seu público, permitindo uma integração mais ágil, próxima e atraente.

Com o novo perfil de consumidor que se revelou simultaneamente a essas transformações, mais crítico e avaliativo, motivado pelo aumento da variedade de produtos e serviços disponíveis e a facilidade de acesso a todos eles, pensar sobre o que o público quer é inevitável.

Atingir o patamar esperado é o grande diferencial moderno.

Por isso, todos os segmentos da economia global tendem a investir mais em UX (User Experience ou experiência do usuário), ou seja, navegabilidade em sites e dispositivos móveis, assim como em CX (Customer Experience ou experiência do cliente) e a personalização do atendimento e do serviço de acordo com o perfil do cliente.

Para que essas estratégias tenham sucesso, é importante contar com a TI para a aplicação de um conjunto de técnicas de Analytics e Inteligência Artificial, por exemplo, que permitam definir as melhores ações, tanto para o segmento e perfil do empreendimento, quanto para o cliente almejado.

Computação na nuvem

A tecnologia de cloud computing ou computação na nuvem é uma forma de armazenamento em que você utiliza o servidor de uma empresa especializada para guardar os seus arquivos comerciais ou pessoais.

Este é um importante avanço da tecnologia, já que a perda de arquivos é um dos maiores pesadelos de qualquer pessoa. Com a computação na nuvem esse risco é praticamente nulo.

Pesquisa realizada pela Gartner, empresa especializada em consultoria tecnológica, aponta que a tendência é que até 2022, 75% dos banco de dados da empresa terão sido migrados para esse modelo de armazenamento.

É um processo tão natural quanto o da adesão à internet, principalmente com o apoio das vendas de softwares como serviço (SaaS).

Conectando as informações na nuvem, o acesso a dados fica mais simples, além de ter mais espaço de armazenamento. Com isso, é possível gerar indicadores, fazer análises preditivas, evidenciar oportunidades e aumentar a competitividade das empresas.

Blockchain

O blockchain é um tipo de tecnologia voltada para o mercado financeiro, envolvendo o mundo das transações de dinheiro virtual ou criptomoedas, como o famoso bitcoin, que surgiu há mais de dez anos.

Ele funciona através de um sistema altamente criptografado e que fornece a cada transação uma assinatura digital única, garantindo a autenticidade e segurança do documento e impedir a sua adulteração.

Ainda que não tenha se firmado completamente, o blockchain apresenta um potencial muito rico para o futuro da transformação digital.

Suas características de poder computacional, mobilidade, privacidade e criptografia, por exemplo, batem com as expectativas que o mercado corporativo vem criando para inovar e oferecer a melhor experiência para seu público.

Internet das Coisas (IoT)

Internet das Coisas, do inglês Internet of Things (IoT), é uma tecnologia que conecta objetos e pessoas através da internet.

Ela é capaz de conectar estruturas físicas por meio de inteligência. Assim, diversos aparelhos e dispositivos passam a estar conectados, como TV, carros, celulares, geladeiras, entre outros eletrônicos.

Mas sua utilidade não se limita ao uso de dispositivos pessoais e à ideia de cidades inteligentes.

Ela vendo sendo utilizada também nas indústrias (IIoT) como forma de capacitar toda a sua engenharia com sensores e softwares, analisando dados para criar máquinas cada vez mais incríveis.

Essa comunicação entre máquinas e pessoas possibilita uma autonomia ainda maior na tomada de decisão, sendo ela mais simples e menos centralizada.

A transformação digital em diferentes setores

Como podemos ver, a transformação digital, que tem a TI como principal pilar, apresenta tendências com potencial de modificar toda a estrutura de uma empresa.

Diferentemente do modelo de negócio tradicional, onde a TI é apenas um setor, esse departamento agora se vê no centro do planejamento estratégico de startups.

Seguindo essa linha de pensamento, podemos compreender as razões pelas quais as mudanças estão ocorrendo em organizações dos mais variados segmentos.

Vejamos alguns exemplos que ajudam a compreender melhor como a transformação digital está impactando diferentes verticais:

Recursos Humanos

A transformação digital na gestão de recursos humanos está trazendo experiências mais confortáveis e estimulantes para os colaboradores das empresas.

As ferramentas de software e plataformas colaborativas tornam o trabalho operacional mais otimizado, assim como o lado criativo fica mais ágil, fazendo com que a equipe se torne mais engajada.

A longo prazo, é possível notar a redução dos custos dentro do departamento.

Mais do que isso, o uso da tecnologia possibilita dar mais atenção ao lado humano das equipes, expandindo o potencial inovador de cada profissional e trazendo resultados muito melhores, baseados em ideias construtivas.

Financeiro

Além do mercado de criptomoedas em crescimento, há também outros pontos e práticas de tecnologia que beneficiam o lado financeiro da vida em sociedade.

Ferramentas digitais que evitam fraudes, o aumento do número de pagamentos e transações por smartphones, gestão de contratos financeiros de forma digital, entre outras.

A transformação digital também veio para revolucionar a forma como lidamos com o dinheiro e as empresas já perceberam isso, agregando o máximo de possibilidades de uso ao seu controle financeiro.

Varejo

O varejo, já chamado de varejo 4.0, é um dos setores onde a transformação digital é mais visível.

Além da explosão do e-commerce, as iniciativas omnichannel e a proposta de uma integração entre loja física e virtual estão cada vez mais elaboradas, buscando oferecer uma experiência única aos clientes.

Nos bastidores de toda a rotina de compra e venda, a tecnologia também se tornou indispensável. Ela permite o controle de estoque em tempo real, análise de tendências de compra de usuários e auxilia na geração de novos insights sobre o negócio.

Turismo

Você já parou para pensar em como a transformação digital impacta no setor de turismo?

Porque, sendo uma questão de sobrevivência, quem tem negócios nesse ramo também precisa se preparar.

Nesse ponto, podemos citar mudanças como a popularização de serviços de hospedagem como Airbnb e Booking.com.

Com a necessidade de facilitar o acesso aos serviços turísticos tanto companhias aéreas quanto hotéis começaram a investir pesado em sites mais otimizados e com interfaces amigáveis, além de sistemas automatizados de compra de passagens e reserva de acomodações.

Marketing

O marketing digital é mais estratégico e focado na jornada do cliente.

A compreensão dessa jornada se fez necessária em vista da diversificação de opções que o consumidor passou a ter a seu alcance através da transformação digital e da internet.

Não se trata apenas de vender um produto ou serviço, se trata de entender quais as necessidades do cliente e de que forma o seu negócio pode ajudá-lo, fazendo com que ele também tenha consciência disso durante o processo.

Da mesma forma, com o uso cada vez maior das redes sociais, as empresas precisam entender como se aproveitarem delas para fazer negócio, se adaptando aos diferentes canais e os perfis de público de cada um.

Agora você sabe tudo sobre os impactos digitais no mundo corporativo. Da mesma forma, sabe da importância de buscar nessas tecnologias as oportunidades que podem ser benéficas para seu negócio durante o processo de adaptação, que é inevitável.

Precisa de ajuda para adaptar seu negócio à transformação digital e implementar soluções inovadoras? Conheça a NetSupport e veja como podemos te ajudar.

Nathália

Recent Posts

Tecnologia em farmácia: por que investir?

As inovações pelas quais o mundo vem passando têm beneficiado diversos segmentos de mercado e…

2 semanas ago

Conheça a influência da TI na infraestrutura de um site seguro

Hoje em dia, quando falamos em internet e TI, não tem como negar: tudo está…

3 semanas ago

Segurança de dados em home office: como proteger a empresa?

Devido à transformação digital e a recente pandemia provocada pelo novo coronavírus, o trabalho remoto…

3 semanas ago

Alocação de profissionais de TI: vale a pena na minha empresa?

A alocação de profissionais de TI é uma estratégia para empresas que buscam por uma…

4 semanas ago

Certificação PMP: como funciona o exame e como conseguir a sua

Profissionais que estão sempre buscando se atualizar e aprimorar seu conhecimento são sempre vistos com…

1 mês ago

Indicadores de manutenção: quais são eles e para que servem?

Os indicadores de manutenção compõe um aspecto essencial da gestão de qualidade do sistema de…

1 mês ago