Startup enxuta: uma boa TI pode salvar seu negócio

O modelo de negócio baseado no conceito de startup enxuta busca otimizar operações e recursos, visando oferecer um produto de qualidade em menor tempo.

É comum que empreendedores acreditem que a maneira correta de começar um negócio é pelo planejamento: aquele bem extenso, descrevendo todas as características da oportunidade em questão, o problema que busca ser resolvido com a ideia e qual será o trajeto percorrido pela nova empresa em questão.

O mesmo acontece para projetos posteriores, não deixando de incluir também todas as projeções de receita, lucro e fluxo de caixa para os anos seguintes ao investimento.

A startup enxuta promove uma disrupção com esse modelo de fazer negócio, tendo uma característica mais ousada em comparação com essa ideia mais tradicional.

Neste post vamos mostrar o que é startup enxuta. quais seus pilares, benefícios e como o setor de TI é importante aliado para que a estratégia tenha o desempenho necessário. Confira!

O que é startup enxuta?

Nenhuma empresa quer gastar seus recursos (tempo, dinheiro e pessoas) com um projeto que não vai dar certo. A melhor maneira de evitar esses desperdícios é descobrindo, o mais cedo possível, se uma ideia é viável ou não.

Startup enxuta, ou Lean Startup em inglês, se refere a um conjunto de práticas voltadas a orientar os empreendedores a alcançar o sucesso de uma maneira mais prática, menos teórica.

Para isso, essas ações apoiam-se nas premissas de foco na agilidade, baixo custo e preferências dos clientes.

A startup enxuta prefere testar e mensurar, estabelecendo o famoso ciclo construir-medir-aprender, em vez de perder tempo com extensos planejamentos, pesquisas e desenvolvimento.

A razão disso é que esses processos consomem muitos recursos e o pior: ainda assim não garantem que tudo vai dar certo, muito menos logo na primeira tentativa.

Em outras palavras, a startup enxuta considera fazer mais e planejar menos, buscando colocar o produto nas mãos do cliente o quanto antes, para que ele mesmo possa ajudar a identificar o que falta para que a ideia seja um sucesso.

Principais características

As principais características de uma empresa que adota o modelo de startup enxuta são:

  • Busca pela redução do tempo de criação do produto, limitando-se ao chamado MVP (Minimum Viable Product ou Produto Mínimo Viável) que nada mais é do que a versão inicial necessária para que o produto chegue ao mercado;
  • Monitoramento constante do desempenho do produto junto aos clientes, coletando informações que ajudem a aprimorá-lo, reduzindo os ciclos de desenvolvimento (customer development ou desenvolvimento com clientes);
  • Otimização dos processos de forma a consumir o mínimo de recursos;
  • Busca pelo o encaixe ideal entre o produto desenvolvido e as necessidades do mercado, chamado de Product x Market Fit;
  • Prática do pivotar quando necessário, ou seja, mudar de forma radical no produto ou modelo de negócio em caso de não obtenção de bons resultados, visando alinhar a startup com a realidade do mercado e dos clientes.

Princípios básicos da startup enxuta

Os conceitos de MVP e startup enxuta foram conceitos desenvolvidos pelo norte-americano Eric Ries, pesquisador da Harvard Business School e empreendedor do Vale do Silício.

Em seu livro “A Startup Enxuta” (2012) ele orienta sobre o processo de criação de produtos inovadores ao mesmo tempo em que se evita o desperdício.

Na obra, ele aponta cinco princípios fundamentais que devem orientar o processo, que são:

  • Empreendedores por toda parte: esse princípio basicamente reforça que a startup enxuta é um modelo abrangente e que qualquer negócio pode se adaptar a ele.
  • Empreender é administrar: o processo de criação precisa de uma gestão ainda mais forte, ou seja, o empreendedor deve ter consciência de seu papel administrativo na condução do projeto;
  • Aprendizado validado: o autor reforça que a startup enxuta é um processo baseado em aprendizado, onde o empreendedor descobre um negócio mais sustentável a medida em que conduz seus experimentos;
  • Ciclo construir-medir-aprender: Ries aponta que qualquer processo dentro da startup enxuta deve ser orientado por este ciclo, onde a primeira etapa é produzir, em seguida mensurar os resultados junto aos clientes e, por fim, extrair um aprendizado.

Benefícios da startup enxuta

Em resumo, o processo de adoção do modelo de startup enxuta busca atender aos seguintes principais benefícios:

Maior produtividade

Com a startup enxuta, será possível focar no que realmente importa para o pleno desenvolvimento da empresa.

A gestão conquistará uma otimização dos processos, que se tornarão mais ágeis e diretos, focados diretamente nas necessidades dos clientes.

Redução de custos operacionais

Eliminando os desperdícios, a empresa também estará reduzindo custos da empresa.

Ao agilizar as etapas de produção, eliminando aquelas que não contribuem efetivamente para o negócio, a empresa alcançará um desenvolvimento mais sustentável, com menos despesas e mais oportunidades de lucro.

Aproximação e fidelização de clientes

Quando o ciclo da startup enxuta é aplicado corretamente, a empresa passa a entender cada vez melhor quais as necessidades e motivações do seu público-alvo.

Isso cria uma aproximação maior entre clientes e marca, pois o consumidor percebe que além de ser convidado a participar do processo de aprimoramento do produto, suas soluções são levadas em conta e aplicadas a ele.

Esse é um processo importante para fidelizar clientes que, posteriormente, também vão indicar seu produto para amigos e familiares.

A TI na startup enxuta

O setor de tecnologia é essencial para uma empresa que adota o modelo de startup enxuta, pois todo o processo é voltado para uma perspectiva de inovação e agilidade.

Através da TI, é possível monitorar com mais precisão as necessidades do público-alvo do produto a ser lançado, utilizando, por exemplo, ferramentas como Big Data.

Da mesma forma, a tecnologia viabiliza um processo de criação de produto mais dinâmico e integrado dentro da empresa, principalmente se este for um projeto tecnológico, como o desenvolvimento de um novo aplicativo, por exemplo.

Como uma startup enxuta não quer perder tempo com longos planejamentos, o departamento de TI se torna um forte aliado ao permitir que a prática seja aplicada logo no início do projeto.

Mais do que isso, a TI é uma área bastante flexível e que se adequa à proposta de uma mitigação de gastos, permitindo sua terceirização. Consequentemente, a empresa pode contar com uma equipe capacitada, com os melhores profissionais, sem ter que arcar com todos os gastos de manter um time interno.

Gostou de saber mais sobre o modelo de startup enxuta? A NetSupport pode te ajudar a garantir uma TI confiável e com o melhor custo-benefício. Conheça nossos serviços no nosso site.

Nathália

Recent Posts

Tecnologia em farmácia: por que investir?

As inovações pelas quais o mundo vem passando têm beneficiado diversos segmentos de mercado e…

2 semanas ago

Conheça a influência da TI na infraestrutura de um site seguro

Hoje em dia, quando falamos em internet e TI, não tem como negar: tudo está…

3 semanas ago

Segurança de dados em home office: como proteger a empresa?

Devido à transformação digital e a recente pandemia provocada pelo novo coronavírus, o trabalho remoto…

3 semanas ago

Alocação de profissionais de TI: vale a pena na minha empresa?

A alocação de profissionais de TI é uma estratégia para empresas que buscam por uma…

4 semanas ago

Certificação PMP: como funciona o exame e como conseguir a sua

Profissionais que estão sempre buscando se atualizar e aprimorar seu conhecimento são sempre vistos com…

1 mês ago

Indicadores de manutenção: quais são eles e para que servem?

Os indicadores de manutenção compõe um aspecto essencial da gestão de qualidade do sistema de…

1 mês ago