Servidores Corporativos: Tudo o que você precisa saber!

Servidores Corporativos: Tudo o que você precisa saber!

servidores corportativos - tudo o que você precisa saber

Talvez você ainda não tenha pensado nisso, mas os servidores corporativos são essenciais para as empresas.

Qual é a primeira coisa que vem à sua mente ao ouvir a palavra servidores? Uma sala com ar-condicionado cheia de computadores? Computação em nuvem?

Para compreender a sua importância, não só na área de TI, mas para todos os setores de uma empresa, é preciso entender melhor o seu funcionamento.

Após ler esse post ou assistir ao nosso vídeo, você com certeza dará muito mais créditos a esse equipamento.

Qual é a função dos servidores corporativos?

O servidor é um potente computador que tem a função de centralizar as informações das empresas em um único ponto.

Eles trabalham para auxiliar o processamento dos computadores conectados à sua rede.

O Doutor em Tecnologia, Fausto Sementilli ressalta a importância desse recurso: “O Servidor é o coração da companhia, onde se encontram todos os dados da corporação”.

Como funciona um servidor?

O funcionamento dos servidores físicos é praticamente o mesmo de um computador convencional, salvo algumas diferenças.

Seus componentes, por exemplo, precisam ser muito mais robustos, para que ele seja capaz de performar da maneira correta.

Outro ponto importante é que os servidores possuem um sistema operacional diferente das máquinas destinadas aos usuários. Esse software possui recursos específicos que possibilitam a execução de suas funções.

Já no caso dos servidores em nuvem, os dados serão armazenados em uma gigantesca central de servidores terceirizada.

Essa central é conhecida popularmente como Data Center. A grande vantagem dos servidores em nuvem é que eles garantem o acesso aos seus arquivos de qualquer dispositivo.

Empresas como Microsoft, Google, UOL e Amazon são algumas das que oferecem serviços de armazenamento em nuvem.

Como os servidores corporativos podem ajudar a minha empresa?

Ao centralizar todas as informações e dados registrados nos demais computadores de uma empresa, os servidores corporativos formam uma grande rede de comunicação, capaz de dar mais agilidade e aumentar o desempenho em suas atividades.

A escolha de um servidor corporativo é um passo importante para a profissionalização de um negócio.

Utilizar esse recurso facilitará a gestão da empresa como um todo. Confira alguns exemplos:

  • Organizar informações: Centralizar os dados das empresas ajuda a evitar a perda e o desencontro de arquivos. Isso por que será papel do servidor organizar todos os documentos do negócio em um ponto único.
  • Compartilhamento: A troca de informações entre as equipes será facilitada, já que todos estarão conectados ao mesmo ponto;
  • Gestão de TI: Os processos de TI ficam mais simples quando são administrados através de um servidor. Desde a instalação de um novo programa, até a adição de usuários à rede. Através dele também é possível monitorar ameaças à sua estrutura de maneira mais eficiente e menos trabalhosa;
  • Segurança: Os servidores corporativos ajudarão a redobrar a segurança em seu negócio, já que facilitam a gestão de antivírus, firewall e ameaças com mais facilidade.

Vale ressaltar que o apoio de um especialista em TI é essencial na hora de escolher um servidor corporativo.

Um profissional capacitado será capaz de avaliar as reais necessidades da empresa. Esse passo é crucial, para decidir, por exemplo, pela compra de um equipamento físico ou contratação de serviço em nuvem.

Servidor físico X servidor em nuvem

Os servidores em nuvem têm se tornado cada vez mais populares, por conta de suas inúmeras vantagens.

Como podem ser contratados por demanda, a economia é um ponto que chama bastante a atenção das empresas.

Justamente por não depender de uma estrutura física, os serviços em nuvem facilitam o processo de expansão a curto prazo.

Sua flexibilidade e constante disponibilidade de serviços ajudam a dar mais rapidez aos processos de TI.

Contudo, é sempre importante avaliar as necessidades do negócio na hora de tomar essa decisão. Alguns fatores que devem ser levados em consideração:

  • O orçamento disponível para investir na contratação ou instalação de um servidor corporativo;
  • A estrutura física da empresa, já que para instalar um servidor próprio será preciso espaço e ventilação especial;
  • Pense também no seu planejamento: Mudança de endereço, expansão da equipe, crescimento nas operações, etc. Todas essas decisões também podem impactar na hora da contratação dos servidores corporativos.

Cada caso deve ser analisado de maneira individual, levando em conta todas as variáveis que envolvem o negócio. Contudo, investir em servidores corporativos deve ser uma prioridade para as empresas.

Se tiver dúvidas sobre a área de TI para empresas, não deixe de baixar gratuitamente o nosso e-book “Guia Completo de TI para Pequenas e Médias Empresas”.

Esse post contou com a colaboração dos Doutores em Tecnologia para ser escrito. Nosso agradecimento a Fausto Sementilli, Mario Medeiros, Jocimar Andrade e Luan Nauê.

redes de computadores

Compartilhe no:

Comentários 4

  1. Sou novo na área da Informatica já faço alguns serviços na área de rede, e gostaria de aprender sobre servidores se vocês tirem mais conteúdos sobre servidores e poderem disponibilizar ficarei muito grato…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *