Reduza os custos de TI da sua empresa ou ganhe dinheiro fazendo chamados de TI

Blog

Tudo que você precisa saber sobre tecnologia em um só lugar.

Realidade aumentada: tudo o que você precisa saber aqui!

Realidade aumentada: tudo o que você precisa saber aqui!

Você provavelmente já ouviu falar em realidade virtual. Mas e realidade aumentada, você sabe o que é?

Apesar de serem termos parecidos e estarem em alta para os usuários, eles não são a mesma coisa. A realidade virtual é um ambiente diferente do mundo real, criado para que o usuário possa imergir nele.

Já a realidade aumentada é mais como uma expansão do mundo real, mantendo o usuário atento a ele.

Não é preciso acompanhar o mundo da tecnologia para perceber os usos da realidade aumentada no nosso cotidiano. Mas se você ainda não sabe muito bem do que estamos falando, este artigo vai te ajudar.

Vamos explicar o que de fato é a realidade aumentada, quais são seus impactos para o mercado e como ela está sendo utilizada por empresas e consumidores.

Acompanhe!

O que é realidade aumentada?

A realidade aumentada também é conhecida como realidade expandida ou ampliada. Como assinalamos já no início do texto, ela é um conceito independente da realidade virtual.

A realidade virtual cria um ambiente de imersão fictício, baseado em ferramentas computacionais, como os jogos de computador tradicionais, por exemplo.

A realidade aumentada designa a interação entre ambientes virtuais e o mundo físico, expandindo a nossa realidade. 

O QR Code é um exemplo clássico da utilização da realidade aumentada no nosso cotidiano. Através do aplicativo, que é uma espécie de leitor desta etiqueta, e com uma conexão à internet, é possível ter acesso a conteúdos exclusivos, páginas ou até mesmo dicas personalizadas.

Como a realidade aumentada impacta negócios?

A criatividade é a principal ferramenta para fazer com que a realidade aumentada gere resultado para empresas.

Recentemente, mais especificamente em 2016, tivemos também um outro exemplo de sucesso no âmbito da realidade aumentada: o jogo Pokémon GO

Unindo o mundo virtual ao real para que os jogadores pudessem encontrar Pokémons pela cidade usando apenas a tela do celular, o aplicativo conquistou massivamente o público do mundo todo pouco tempo após ser lançado.

Você também já deve ter assistido a um filme em 3D, tão comum nos dias de hoje. Essa tecnologia de produção, que aliada aos óculos especiais nos dá a sensação de que o filme sai da tela do cinema, também é gerada pela realidade aumentada.

Podemos perceber que, de maneira geral, a realidade aumentada acontece através de uma aplicação que liga o mundo real ao virtual. 

Através de softwares desenvolvidos especificamente para essa finalidade, é feita uma integração entre os dois pontos, e o resultado disso é a apresentação de recursos voltados para o consumidor e seus objetivos.

As possibilidades são inúmeras, e a realidade aumentada se apresenta como uma tendência cada vez mais forte, como veremos ao longo deste artigo.

Como a realidade aumentada está inovando o mercado?

Até aqui, mostramos o quanto a realidade aumentada é benéfica para o mundo do entretenimento. Jogos e filmes, sem dúvidas, estão aproveitando muito bem o que essa tecnologia tem a oferecer.

Mas se você pensa que este é o único setor que está se beneficiando por conta da evolução da realidade aumentada, engana-se.

A possibilidade de integrar informações visuais ao mundo real é um aspecto que chamou a atenção das empresas, principalmente no que diz respeito ao treinamento e capacitação profissional.

Trabalhar para desenvolver nos colaboradores as capacidades técnicas que determinadas funções exigem é uma necessidade comum para negócios de todas as áreas. E nada melhor do que conciliar todo o conhecimento teórico a uma prática que permita o aperfeiçoamento geral.

Mas o que a realidade aumentada tem a ver com isso, exatamente?

Bem, o seu diferencial e vantagem é que essa tecnologia pode promover uma imersão ao treinamento tão eficaz quanto a ação real, permitindo que a empresa promova uma simulação de qualidade, sem precisar aplicar um investimento alto em infraestrutura.

Essa aplicação já é comum em companhias aéreas, por exemplo. Utilizando um simulador de voo, é possível capacitar pilotos dentro de uma cabine de realidade aumentada. 

Instrutores também podem repassar orientações sobre como montar um equipamento de maneira remota, otimizando toda a logística de uma empresa para sua filial, por exemplo.

As lojas de roupas e calçados também estão na lista daquelas que vão utilizar muito bem a realidade aumentada. Já imaginou experimentar uma roupa sem precisar vesti-la? Ou conferir se aquele vestido da vitrine está disponível no seu tamanho sem precisar entrar na loja para isso? 

São exemplos simples, mas que já fazem muita diferença para a decisão de compra de um cliente.

10 casos de sucesso

Vejamos casos mais concretos de realidade aumentada que tiveram boa aceitação no mercado:

Cosméticos: Shiseido

A Shiseido é uma marca de cosméticos japonesa que apostou na realidade aumentada para inovar no atendimento de suas clientes, buscando proporcionar uma experiência única.

Através do Digital Cosmetic Mirror, ou Espelho Cosmético Digital, a cliente pode ter uma ideia de como determinado produto ficaria ao ser aplicado em seu rosto.

A tecnologia de realidade aumentada contida no espelho permite que ele reconheça o rosto da cliente e aplique os produtos escolhidos na imagem refletida

Mais do que isso, ele também é capaz de fazer uma análise dos traços da face e, a partir deles, indicar uma composição pronta que valorize a aparência. 

Sem dúvidas, é uma experiência que interfere diretamente na decisão final de compra.

Móveis domésticos: Ikea

Planejar o interior da casa nova não é fácil, principalmente a escolha dos móveis.

A Ikea, empresa sueca especializada em móveis de baixo custo, pensou em como trazer a realidade aumentada para esse setor, facilitando a decisão de compra de seus clientes.

Para isso, a marca lançou um aplicativo que permite visualizar a disposição de diferentes móveis dentro da casa do cliente, resolvendo grande parte do problema.

Supermercados: Coop Italia

Quem não gosta muito de fazer compras sabe o quanto é chato ter que ficar lendo os rótulos. Na verdade, a maioria dos clientes não checa as informações escritas ali, o que não é recomendado, mas na prática acontece muito.

A Coop Italia, uma rede de supermercados italiana, resolveu testar uma solução de realidade aumentada para melhorar essa situação. 

Quando o cliente se aproxima dos produtos alimentícios, telas informam tudo que o comprador precisa saber sobre o produto que está escolhendo, como preço, dados nutricionais e prazo de validade.

Sem letras miúdas, sem preguiça. Um aparelho especial do próprio estabelecimento oferece todo o auxílio necessário.

Tintas: Coral

Uma situação parecida com o caso da Ikea é o da empresa de tintas Coral. A empresa percebeu que visualizar tintas em um catálogo não é suficiente para convencer clientes de que aquela cor é ideal para a pintura com que se está sonhando.

Assim, através de um aplicativo disponibilizado por eles gratuitamente, o cliente pode experimentar diferentes tons na parede que deseja pintar, fazendo uma escolha mais assertiva. 

A marca inovou ao perceber que, apenas com a câmera do celular, o público tem uma experiência de compra muito melhor do que com um catálogo.

Alimentação: Lacta

Em 2019, a marca de chocolates Lacta utilizou a realidade aumentada como forma de interagir de maneira divertida com os clientes durante a Páscoa.

Na ocasião, a empresa anunciou que os coelhos presentes nas embalagens dos produtos selecionados para a data comemorativa ganhariam vida através do aplicativo “Páscoa Lacta”.

Assim, além de incentivar a magia da data, a empresa forneceu uma nova experiência aos clientes, divertida e inovadora.

Companhias aéreas: Qatar Airways

A Qatar Airways é uma das empresas aéreas que utiliza a realidade aumentada como forma de oferecer uma experiência adicional a seus clientes. 

A empresa disponibiliza óculos especiais em suas salas de espera nos aeroportos. Eles contam com tecnologia imersiva que mostram um pouco mais sobre os destinos aonde os passageiros irão.

Automóveis: Volvo

A marca sueca de automobilismo também já embarcou na inovação da realidade aumentada. Sua ideia foi oferecer um test drive por simulação para alguns de seus modelos. 

Ainda que não seja uma experiência idêntica ao carro em si, sem dúvidas a iniciativa é uma estratégia muito eficaz ao promover um primeiro contato mais amplo com clientes em potencial.

Aviões: Boeing

A Boeing já utiliza a tecnologia de realidade aumentada para a fabricação de aviões comerciais. 

Utilizando essa ferramenta, a companhia já conseguiu diminuir em 25% o tempo de produção, reduzindo também as taxas de erro para quase zero e garantindo, assim, a segurança de suas aeronaves.

Alimentação: Fran’s Café

A rede de cafeteria Fran’s Café se propôs a inovar ao oferecer um cardápio em realidade aumentada. 

A ideia do Fran’s 360º é oferecer uma nova experiência para o cliente, que agora também poderá ter uma interação a mais com as opções do cardápio ao acessar vídeos, novidades das marcas, cupons de desconto e localizador de lojas.

Mobilidade: Moovit

O aplicativo de mobilidade urbana Moovit, que mostra o horário de chegada dos ônibus e informações sobre transporte coletivo, lançou recentemente um recurso de orientação baseado em realidade aumentada.

A ferramenta utiliza recursos visuais sobre a imagem da câmera para indicar o local exato de pontos e estações para o usuário.

Por que investir em realidade aumentada é importante?

Já vimos até aqui que a realidade aumentada é uma tecnologia que se aplica a todo e qualquer segmento: entretenimento, vestuário, cosmético, aviação, gastronomia, marketing, educação, construção, saúde, entre outros. Mas, acima de tudo, é muito bem recebida pelos clientes do varejo 4.0, que têm um perfil mais interativo e engajado.

Pensando dessa forma, podemos listar alguns motivos que evidenciam o quão forte é a necessidade de se adaptar a essa novidade e incorporá-la aos seus negócios.

Veja quais são os principais deles a seguir:

Competitividade

Notamos que empresas de segmentos variados já estão utilizando soluções de realidade aumentada para conquistarem mais clientes. O impacto disso é que, consequentemente, quem não investir nessa tecnologia vai acabar ficando para trás.

Redução de custos

Com a realidade aumentada, é possível oferecer ao cliente experiências únicas e semelhantes à realidade, sem precisar fazer o mesmo investimento que uma experiência real demandaria.

Experiência do cliente

A experiência do cliente é um dos aspectos que mais está em alta em todos os setores de mercado atualmente. 

O público quer se conectar com as marcas, interagir cada vez mais com os produtos, testar quantas vezes for necessário antes de comprar, pois ele está mais consciente do seu dinheiro e do valor que aquela compra terá.

E quando falamos em realidade aumentada, estamos falando de uma tecnologia que pode definitivamente aproximar muito mais a empresa de seus clientes, elevando a experiência a um nível nunca antes visto.

A realidade aumentada trabalha para potencializar ainda mais a proximidade com o cliente, permitindo que seus produtos e serviços possam ser levados diretamente até as pessoas através de simulações realistas.

Desenvolvimento de produtos e serviços

Outro fator essencial que a realidade aumentada proporciona é a capacidade de expansão do potencial de criação das empresas

Os setores de desenvolvimento acabam encontrando nessa tecnologia a oportunidade para explorarem e aprimorarem diferentes aspectos de seu portfólio de produtos e serviços, bem como suas possibilidades de uso.

Aperfeiçoamento profissional

As empresas e profissionais encontram na realidade aumentada uma forma mais barata e eficaz de investir em capacitação profissional. 

A mão de obra que as empresas buscam tende a exigir um nível técnico cada vez maior. Portanto, investir nessa tecnologia também é uma forma de adaptar as equipes internas para este novo contexto.

Análise de dados

A realidade aumentada, ao ser combinada com outras inovações tecnológicas, representa uma potência para os negócios.

Ao unir essa ferramenta ao machine learning, Big Data e Inteligência Artificial, por exemplo, as empresas terão um controle muito maior sobre a visualização de dados. Consequentemente, as estratégias serão cada vez mais embasadas nesse material, direcionando os esforços para onde de fato há oportunidade.

Sem dúvidas, o mercado de realidade aumentada vai se desenvolver ainda mais nos próximos anos, assim como outras áreas da tecnologia. Para ficar por dentro deste universo, confira também nosso conteúdo sobre o mercado de TI atual e suas tendências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.