Certificação CTFL: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Certificação CTFL: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Certificação

Se você é um profissional de TI, ou seja, trabalha com Tecnologia da Informação, e busca estar sempre atualizado sobre temas desse ramo, você já deve ter ouvido falar na certificação CTFL, certo?

Em decorrência da velocidade com que as ferramentas tecnológicas evoluem, torna-se necessário uma constante atualização do conhecimento. 

Ou seja, para profissionais de TI, é mais do que importante buscar constantemente formas de se capacitar com o que há de mais novo a ser oferecido no mercado.

Ainda que seja um termo bem comum entre profissionais do ramo de TI, muitas pessoas ainda não sabem muito bem o que é exatamente a certificação CTFL e qual a sua importância. 

É por isso que preparamos este artigo para você ficar por dentro desse assunto. 

Confira a seguir!

O que é a certificação CTFL?

A sigla CTFL vem do inglês Certified Tester Foundation Level, que significa nada mais do que um nível fundamental de um exame que garante a qualificação para a aplicação de testes de softwares em desenvolvimento.

Simplificando, a certificação CTFL é destinada a garantir que o profissional tenha todo o conhecimento teórico necessário para realizar testes, podendo assim ser apto a testar e verificar a qualidade de um software.

Essa certificação corresponde ao primeiro de três níveis do ISTQB, International Software Testing Qualifications Board, que é a instituição que organiza o conteúdo programático e elabora os exames.

Esse órgão garante que o conhecimento atestado por esses exames seja válido em outros países e não necessite ser revalidado. 

Vale dizer que cada país possui um órgão nacional específico que o representa. No caso do Brasil, temos o BSTQB, Brazilian Software Testing Qualifications Board.

Os três níveis da certificação para testador de software são o Foundation, o Advanced e o Expert

No nível Foundation, está a certificação CTFL. Sendo a CTFL a base para as outras certificações mais avançadas, essa é a primeira prova que um profissional de TI precisa fazer para se tornar certificado em teste.

O ISTQB é formado por um conjunto de base teórica e de práticas que constituem o conteúdo programático para as provas. 

Essa base de conhecimento teórico engloba vários conteúdos de testes de software e qualidade.

Um ponto importante a ser citado é que o candidato deve sempre ter em mente a questão da aplicação crítica do conhecimento, pois isso vai contar muito em sua avaliação, considerando que a prova tem como objetivo comprovar essa capacidade de renovação do conhecimento e sua aplicação, e não algo adquirido na base da ‘decoreba’. 

Na rotina diária prática, sabemos que diferentes pontos de vista podem ser aplicados e é preciso saber lidar com formas de trabalho e conhecimentos que nem sempre concordam entre si.

Qual a importância de obter a certificação CTFL?

Para quem trabalha com TI, é importante ter em mente que o cliente sempre está em busca de um serviço sem erros, não tendo importância quais meios e processos a organização utilizará para efetivamente conseguir entregar isso a ele.

Vamos levar em conta a abrangência do mercado.

É fato que a maioria dos softwares tem concorrentes muito semelhantes. Isso faz com que uma falha qualquer já seja suficiente para que seu cliente fique descontente e acabe buscando outros serviços. 

É aí que está a importância de buscar profissionais capacitados para o teste de softwares que estão em desenvolvimento, garantindo eficiência e qualidade para o cliente.

E uma das formas de um gestor conseguir esse serviço com a segurança necessária é contratar testadores que tenham a certificação CTFL.

Nesse ponto, podemos compreender que a necessidade da certificação CTFL é imensa nos dias de hoje. 

Algumas empresas inclusive já a tem como pré-requisito para contratar profissionais!

Então você que está se especializando na área de TI ou pretende ir por esse caminho, pense só: algumas empresas podem nem mesmo dar uma chance de trabalho a você só por não ter a certificação CTFL. 

A certificação CTFL é o que vai comprovar o conhecimento prático de situações relacionadas com os testes de software, mas não só isso, ela garantirá o conhecimento teórico, que é tão importante e valorizado pelas empresas atualmente.

E é claro que, tendo o conhecimento teórico, você já demonstra que o conhecimento prático existe, o que também é de grande valia para as empresas.

Estudando para a prova, o candidato também estará atualizado sobre as técnicas de teste de software

Esse conhecimento em dia com as atualizações do mercado será de muito valor, tanto para ele, enquanto profissional de TI, quanto para a empresa que o contrata.

A certificação CTFL agrega um valor diferencial para quem a possui e também para a empresa. 

Assim, todo mundo sai ganhando e ambas as partes ficam satisfeitas.

Como se preparar para o exame?

Se você decidir buscar a certificação CTFL, é importante estudar muito para ter uma preparação boa e ser capaz de responder às questões facilmente na hora do exame.

Para se preparar bem, fique atento a essas duas dicas principais:

1) Conheça a metodologia e os temas da prova

Pense que, independentemente da sua experiência prática, entender a metodologia aplicada na prova e buscar satisfazer o que os aplicadores desejam é o mais importante.

Tenha conhecimento dos assuntos que caem na prova. 

Alguns dos temas abordados de forma mais recorrente são:

  • Sete princípios dos testes de software;
  • Papéis e tipos de técnicas estáticas;
  • O que é risco?
  • Papéis do líder e do testador.

2) Estude material confiável oferecido pelo BSTQB

Levando em consideração o material de estudo, não deixe de ler a base de conhecimento do Syllabus e o Glossário de Testes para se acostumar e entender os termos mais usados e alguns conceitos que são importantes.

No site do BSTQB, você pode encontrar simulados para ajudar no seu período de preparação. Resolvê-los vai ajudar você a treinar o tempo de prova e o tipo de questões.

Certifique-se de usar como base apenas esses testes e não outros que podem ter um teor diferente e podem acabar confundindo você.

E então, gostou de conhecer mais sobre a certificação CTFL? Se você tem interesse nesse tema, leia também nosso artigo sobre certificação ITIL!

Compartilhe no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *