Reduza os custos de TI da sua empresa ou ganhe dinheiro fazendo chamados de TI

Blog

Tudo que você precisa saber sobre tecnologia em um só lugar.

Gestão de projetos de TI: dicas, desafios e lições do mercado

Gestão de projetos de TI: dicas, desafios e lições do mercado

A gestão de projetos de TI é uma prática de governança que visa criar uma estratégia eficiente para a implementação e o aprimoramento de processos do setor.

A alta demanda por soluções tecnológicas no contexto corporativo faz com que a Tecnologia da Informação seja protagonista dentro das empresas, tendo que lidar com muitas questões simultaneamente. 

Adequar todas as inovações, que chegam a uma velocidade muito maior do que antes, é um dos grandes desafios modernos. 

Em outras palavras, das atividades mais simples até as mais complexas, a gestão de projetos de TI atua como o alicerce que sustenta todo um planejamento na área. 

Sendo assim, é responsável por evitar atrasos e retrabalhos no setor, consequentemente garantindo o cumprimento das metas da empresa.

Ao longo deste conteúdo, você entenderá melhor o que é a gestão de projetos de TI, assim como quais são as boas práticas e os desafios que envolvem a área. Confira!

Dicas de TI para empresas

O que é gestão de projetos de TI?

Com a evolução tecnológica, é normal que o setor de TI das empresas fique acumulando projetos. Há sempre melhorias que podem ou precisam ser feitas, erros que estão atrasando a produtividade de alguma forma ou novas ferramentas que demandam adaptação.

Com tanta coisa para resolver, o caos acaba se instalando e as coisas não vão para frente, pois não há uma organização que possa definir as diretrizes de lidar com tudo isso. É aqui que entra a gestão de projetos.

Surge, então, a necessidade de organizar, definir prioridades e ver o que realmente precisa ou não ser feito. De assumir metas e cumprir com elas, deixando de lado o velho hábito de deixar tudo pelo caminho.

O escopo deste trabalho geralmente envolve:

Principais desafios da gestão de projetos de TI

Como o setor de TI está passando por uma reformulação de responsabilidades e constantemente precisa se adaptar às novidades, é certo dizer que a gestão da área e mutável e desafiadora.

Os principais aspectos que podemos citar como determinantes para o sucesso de uma estratégia de organização, hoje, são:

Alinhar estrutura de TI às demandas da empresa

O alinhamento entre setores é uma tarefa bem complicada para grande parte das empresas. Isso acontece porque, em geral, a tecnologia não é o core business, mas sim uma atividade secundária (porém muito importante) para o negócio.

Nesse contexto, os executivos não sabem muito bem como lidar com os recursos de forma a criar valor para o negócio. 

Consequentemente, os resultados acabam não sendo os esperados, mesmo que o investimento em tecnologia seja condizente com as necessidades da transformação digital.

Sendo assim, um erro muito comum é o planejamento de TI ser elaborado visando apenas as demandas da área, desconsiderando a visão macro da empresa. 

É essencial consolidar uma governança de TI que quebre as barreiras entre departamentos. Ou seja, que esteja disposta a atuar próxima da alta gestão e garanta que todo e qualquer investimento seja para benefício da organização como um todo, aumentando sua rentabilidade.

Acompanhar a evolução tecnológica

Ter uma infraestrutura desatualizada pode comprometer muito a produtividade esperada com o projeto e também colocar a empresa em um status de desvantagem competitiva em relação à concorrência. 

Por isso, esse é um ponto que deve ser considerado no planejamento. No entanto, a mudança de tecnologia é uma ideia que pode oferecer certa resistência da equipe e por isso acaba muitas vezes sendo deixada de lado, o que não é ideal. 

A equipe de TI deve ser orientada a sempre se esforçar para buscar novidades relevantes e que possam fornecer insights inovadores, que possam se encaixar na proposta da empresa.

E-book grátis: Gestão de TI previne problemas

Boas práticas de gestão de projetos de TI

Segundo o que vimos no tópico anterior, a gestão de projetos de TI apresenta desafios que podem ser supridos desde que haja um comprometimento dos profissionais da área e que o planejamento seja elaborado com cuidado. Portanto, é possível seguir boas práticas como:

Investir na gestão de riscos

A gestão de riscos inclui todo um levantamento das ameaças que podem prejudicar um negócio. 

No segmento de TI, a segurança da informação é uma das prioridades. Afinal, as empresas estão lidando com dados sensíveis que podem se tornar um grande prejuízo em caso de vazamento ou perda.

Tendo isso em vista, é preciso antecipar possíveis problemas e se concentrar em elaborar um plano de ação que oriente respostas rápidas caso realmente ocorram. Assim, minimizando ou até mesmo anulando seus impactos.

Definir prioridades

O departamento de TI inevitavelmente vai ter muitos projetos com os quais lidar. Portanto, atrasos e imprevistos são naturais, exigindo que a gestão saiba selecionar quais questões são mais urgentes e devem ser tratadas primeiro.

Elencar esses pontos críticos no cronograma é o que garante a eficiência do projeto, minimizando possíveis interferências negativas no resultado. 

Adotar uma metodologia

É essencial que os processos que compõem os projetos de TI estejam pautados segundo uma metodologia. Esta deve ser escolhida de acordo com recursos disponíveis, orçamento, capacidade da equipe e resultados esperados.

O método é o que manterá a equipe focada e alinhada, evitando que as atividades fujam do escopo pretendido. Scrum e Kanban, por exemplo, são algumas das metodologias mais utilizadas.

Monitorar os resultados

O cronograma precisa estar sempre atualizado. Sendo assim, é imprescindível acompanhar cada detalhe da execução, fazendo melhorias constantes. Por sua vez, esse monitoramento precisa ser guiado por dados concretos, mais precisamente, por métricas.

Felizmente, o mercado hoje dispõe de ferramentas que captam e registram dados em tempo real na empresa, gerando relatórios que facilitam a interpretação dessas informações. 

É a era do Big Data, que facilita a definição e acompanhamento dos Indicadores de Performance, fundamentais para a melhoria da gestão de projetos de TI.

Contar com profissionais experientes

A otimização da gestão de projetos depende muito, ainda, da qualidade dos profissionais que atuam na empresa. 

Quanto mais capacitados, mais esses colaboradores serão capazes de lidar bem com os desafios do planejamento, incluindo a adoção de tecnologias mais recentes e imprevistos durante a execução dos projetos.

Quer saber mais sobre esse assunto? Entenda melhor como você pode potencializar seus projetos de TI alocando profissionais especializados na sua empresa.

E-book grátis: Por que terceirizar a TI da sua empresa?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.