Gerenciamento de serviços de TI: 3 softwares que vão ajudar você

Gerenciamento de serviços de TI: 3 softwares que vão ajudar você

Gerenciamento de TI

O gerenciamento de serviços de TI certamente não é algo simples na prática. Isso porque, além de ser uma tarefa que demanda muita competência e mão na massa, é importante ter em mente que o objetivo principal é organizar os serviços pensando na satisfação do cliente.

Por isso, o gerenciamento de serviços de TI deve compreender toda a empresa como uma unidade que busca identificar e compreender as necessidades e expectativas do cliente e assim construir, da melhor forma, um atendimento que consiga suprir todas elas.

É importante destacar que o gerenciamento de serviços de TI deve permitir que o cliente final seja capaz de comunicar facilmente falhas, dúvidas, dificuldades e até sugestões que julgue necessárias para o conhecimento da empresa em questão.

Neste artigo, você entenderá melhor o que de fato é o gerenciamento de serviços em TI.

Além disso, vamos ver como ele funciona, quais as vantagens para as empresas e, ainda, dicas de quais softwares estão disponíveis no mercado para auxiliar seu trabalho.

Continue lendo para saber mais sobre tudo isso!

O que é gerenciamento de serviços em TI?

Quando falamos sobre gerenciamento de serviços de TI, estamos tratando de uma prática capaz de identificar as maneiras mais adequadas de atender as necessidades de caráter tecnológico e informacional de uma corporação.

Nessa prática, o objetivo principal adotado é o de auxiliar a empresa na produtividade, em sua geração de valor. Tudo isso de uma forma otimizada.

Assim, podemos resumir as principais responsabilidades e preocupações que o gerenciamento de serviços em TI busca resolver:

  • Avaliar quais recursos tecnológicos estão disponíveis;
  • Identificar quais falhas e obstáculos a empresa apresenta que a impedem de atingir seus reais objetivos;
  • Aplicar mudanças e processos que busquem otimizar o serviço de TI e, consequentemente, proporcionar a reversão da situação;
  • Gerenciar todos os processos e suas melhorias de forma integrada e clara;
  • Estar constantemente monitorando o quadro de melhorias e, se necessário, ser capaz de identificar novas possibilidades de correções e adaptações;
  • Atender a chamados e buscar formas de melhorar a qualidade do serviço para que estes ocorram com menos frequência.

Com base nesses objetivos, podemos citar as principais vantagens (dentre as diversas que existem para cada processo específico) que as empresas obtêm ao investir em um bom gerenciamento de serviços em TI:

  • Controle dos custos do departamento de TI;
  • Melhoria na eficiência e competitividade de mercado;
  • Rápida implementação e adaptação de novas tecnologias;
  • Redução de riscos e, consequentemente, mais segurança;
  • Estrutura de trabalho mais firme.

Modelos de gerenciamento em TI

Para alcançar os objetivos mencionados acima e os benefícios que agregam à empresa, existem diversos modelos a serem seguidos para aplicar o gerenciamento de serviços de TI. 

A escolha do modelo varia de empresa para empresa, de acordo com o que ela avalia ser melhor para seu tipo de trabalho.

Além disso, suas necessidades específicas no departamento de TI também influenciam na escolha.

Vejamos, a seguir, de forma resumida, quais são os 5 modelos mais reconhecidos.

1) ITIL

A Information Technology Infrastructure Library (ITIL) é um conjunto de melhores práticas organizadas através de uma coletânea de cinco livros e muito utilizada nos dias de hoje.

Sua estrutura busca alinhar as práticas de TI ao negócio e suas necessidades, otimizando a gestão e reduzindo custos.

2) COBIT

O Control Objectives for Information and related Technology (COBIT) é um framework dividido em quatro domínios e que engloba conceitos e práticas que também são amplamente reconhecidos em TI.

Sua principal promessa é garantir uma governança de TI completa e com qualidade assegurada.

3) CMMI

Capability Maturity Model Integration (CMMI) é um sistema de gestão de cinco estágios que busca proporcionar a melhoria de processos e produtos.

Além de ser muito utilizado no desenvolvimento de softwares, quando aplicado à gestão também apresenta resultados muito positivos.

4) PMBOK

O Project Management Book of Knowledge (PMBOK) é uma metodologia mundialmente reconhecida no setor de gerenciamento e que se encaixa muito bem no gerenciamento de serviços de TI.

Assim como os outros modelos, é composto por fases que, neste caso, são cinco. Cada uma delas têm suas diretrizes e ações bem definidas.

5) ISO 2000

A norma ISO é um padrão internacional muito reconhecido, principalmente no setor de gerenciamento de serviços em TI.

Essa certificação confere a garantia do cumprimento de requisitos que são necessários em diversos âmbitos da produção e trabalha lado a lado com a ITIL.

3 softwares que podem ajudar você

Já falamos sobre o que é gerenciamento de serviços de TI, seus benefícios e principais modelos.

Agora, para oferecer a cereja do bolo, vejamos 5 softwares que você pode utilizar e que vão ajudar muito no processo de gerenciamento dos serviços de TI da sua empresa.

Confira:

1) Jira Service Desk

Este é um software intuitivo e fácil de usar, mas que apresenta ótimos resultados. 

Ele não se restringe a quem tem conhecimento específico de TI e pode ser personalizado, ajudando a organizar os fluxos de trabalho dentro do contexto da sua empresa.

Este software inteligente agrega informações a cada experiência, fazendo com que suas funções recebam melhorias constantes

Ele ainda permite ser acessado via dispositivo móvel, facilitando ainda mais a rotina de trabalho.

2) ServiceNow

Esta é uma plataforma de gerenciamento de serviços em TI localizada na nuvem, uma tendência cada vez mais forte dentro das empresas.

Essa funcionalidade permite manter a estrutura do departamento de TI. Por outro lado, para quem não está muito habituado, pode ser um software um pouco complexo, pois abrange diversas funções que podem exigir um estudo aprofundado antes de sua implementação.

Suas principais atuações são no gerenciamento da central de atendimento e fornecimento de relatórios organizados através dos dados que coleta do ambiente corporativo.

3) Spiceworks

O diferencial deste software é sua gratuidade, o que, é claro, significa que possui alguns anúncios, mas nada que incomode tanto frente aos serviços que ele oferece.

Seus serviços podem ser personalizados de acordo com as necessidades do negócio e, além de dispor de aplicativo móvel, você ainda pode escolher se deseja usá-lo na nuvem ou não, sendo bem abrangente para diversos tipos de cliente.

Essas foram nossas dicas para aplicar ou aprimorar o gerenciamento de serviços de TI na sua empresa. Gostou? Então aprofunde seu conhecimento sobre gestão de ativos conferindo nosso artigo sobre esse tema.

Compartilhe no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *