Como restaurar seu PC: saiba quando procurar um profissional

Você sabe como restaurar seu PC? Essa ação pode ser muito útil para melhorar o desempenho de uma máquina.

Com o passar do tempo, um computador acaba ficando mais lento por conta da quantidade de informação contida nele. Para resolver falhas e travamentos, a restauração pode ser uma saída.

Caso você vá se desfazer do computador, a formatação também é uma ótima forma de entregar a máquina com um bom desempenho e livre de qualquer dado pessoal que possa restar nela.

Primeiramente, é importante destacar que estes dois procedimentos são comuns para a melhora do desempenho de uma máquina: a restauração e a formatação.

A restauração é mais indicada para computadores com menos tempo de uso, aproximadamente entre um e dois anos, assim como usuários que querem manter seus arquivos mesmo após a reiniciação do sistema.

Já para aqueles computadores em uso a mais tempo, a única saída pode ser uma formatação, um procedimento que promove a reinstalação de todo o sistema operacional do zero, apagando também todos os arquivos contidos nele.

No texto de hoje vamos explicar como restaurar seu PC, explicando quais as diferenças entre restaurar e formatar e mostrando a importância da ajuda de um profissional de TI que torne o procedimento seguro e evite a perda de dados.

Confira!

Como funciona a restauração?

A opção de restauração do sistema corresponde a uma espécie de máquina do tempo.

Sempre que instalamos e desinstalamos um programa do nosso computador, são realizadas alterações no sistema operacional. Muitas vezes, durante essas mudanças, podem ocorrer sérios danos ao funcionamento da máquina de maneira geral.

Para resolver esse problema, é possível retornar ao ponto em que o PC estava antes da instalação (restauração).

A restauração do sistema é uma ferramenta que permite voltar atrás em alterações, danos, panes e falhas, mas ela não recupera arquivos apagados, o que é muito importante lembrar.

Segundo a Microsoft, a ferramenta de Restauração do Sistema do Windows usa um recurso chamado Proteção do Sistema para criar pontos de restauração.

Esses pontos são gerados automaticamente pelo sistema, mas é recomendado que o usuário crie pontos manuais para auxiliar no processo de restauração.

Diferença entre restauração e formatação

Antes de aprender como restaurar seu PC, é importante entender que restauração e formatação não são a mesma coisa.

Confundir esses dois procedimentos pode provocar danos irreversíveis para o usuário, como a perda permanente de arquivos importantes.

A formatação, diferentemente da restauração, fará com que o PC volte ao estado original de fábrica, apagando tudo que tenha sido inserido nele durante o uso, tanto programas quanto arquivos.

Ainda que o sistema, caso seja Windows, por exemplo, salve tudo automaticamente em uma pasta chamada “Windows.old”, não há garantia de que tudo será recuperado, portanto é essencial fazer um backup manual em mídia externa ou em nuvem antes de realizar o procedimento.

O processo se baseia na instalação do sistema operacional na máquina, exigindo que o usuário obtenha a licença do mesmo (via internet ou mídia externa como CD ou pen drive) e faça toda a configuração necessária para seu funcionamento.

A formatação é um processo bem mais complexo e que exige um conhecimento específico, sendo altamente recomendado o auxílio de um técnico em informática.

Tanto para realizar o backup corretamente, quanto para configurar a reinstalação do sistema operacional, é preciso ter muito cuidado em cada passo.

Como restaurar seu PC criando um ponto de restauração

Como dissemos, através da ferramenta do Windows é possível recuperar o sistema operacional em casos de travamento, infecção por vírus, instalação de drivers incorretos e instalação ou desinstalação de programas com erros.

É possível fazer isso de forma simples e prática, sem perder os arquivos do computador. Confira:

1. Criando um ponto de restauração

O primeiro passo para aprender como restaurar seu PC é entender como criar um ponto de restauração manual, que funciona como uma espécie de backup de segurança.

Pesquise pela opção “criar ponto de restauração” no painel de controle e abra o assistente de restauração.

A ferramenta irá te guiar durante a configuração de dados, levando ao preenchimento de informações como o espaço que será ocupado pelos pontos de restauração e o nome que será dado a ele.

Após esse procedimento rápido, em caso de problemas com vírus ou programas no futuro, você poderá recuperar o estado atual da sua máquina, fazendo com que ela volte a funcionar com o sistema do jeito que estava no momento da criação do ponto de restauração.

2. Selecionando um ponto de restauração

Se seu computador já está com problemas, você precisará passar direto para esta etapa.

Seguindo as instruções do assistente, você deverá escolher entre as opções de pontos de restauração, que podem ser os automáticos do sistema (gerados a cada nova instalação de programas) ou manuais, caso você já tenha configurado anteriormente.

O mais importante nesta etapa é escolher um ponto de restauração com uma data anterior ao problema.

Ou seja, se você instalou um programa e desde então o PC não está funcionando bem, procure a data em que a alteração foi feita. Da mesma forma, em caso de infecção por vírus, um ponto mais distante pode ser mais seguro para eliminar o problema.

3. Conclua o procedimento

O computador precisará reiniciar para aplicar as alterações. Portanto, salve arquivos abertos e feche programas em execução.

Você pode, ainda, verificar no ponto de restauração selecionado quais os programas que serão afetados. Confira essas informações antes de prosseguir e confirme.

O processo pode demorar alguns minutos, então não se preocupe. No caso de notebooks, certifique-se de que o PC esteja com bateria, mantendo-o ligado à tomada durante o processo, se necessário.

Importância do suporte técnico

Até aqui você viu como restaurar seu PC e qual a diferença entre esse processo e o da formatação.

Para quem quer realizar a restauração mas mantém todos os arquivos importantes no computador e não compreende termos técnicos de TI, é recomendado procurar inicialmente um profissional da área.

O técnico poderá, no mínimo, realizar um backup seguro, evitando que estes arquivos pessoais sejam danificados ou perdidos em qualquer procedimento.

Como dissemos, muitas pessoas não compreendem a diferença entre restauração e formatação e, mesmo aquelas que compreendem, podem fazer confusão, já que os termos são diferentes entre as versões de sistema operacional.

Por essa razão, não confie totalmente em tutoriais na internet. Consulte um técnico.

Neste artigo você aprendeu como restaurar seu PC. Quer garantir a proteção dos seus arquivos? Contrate um profissional.

Nathália

Recent Posts

Tecnologia em farmácia: por que investir?

As inovações pelas quais o mundo vem passando têm beneficiado diversos segmentos de mercado e…

2 semanas ago

Conheça a influência da TI na infraestrutura de um site seguro

Hoje em dia, quando falamos em internet e TI, não tem como negar: tudo está…

3 semanas ago

Segurança de dados em home office: como proteger a empresa?

Devido à transformação digital e a recente pandemia provocada pelo novo coronavírus, o trabalho remoto…

3 semanas ago

Alocação de profissionais de TI: vale a pena na minha empresa?

A alocação de profissionais de TI é uma estratégia para empresas que buscam por uma…

4 semanas ago

Certificação PMP: como funciona o exame e como conseguir a sua

Profissionais que estão sempre buscando se atualizar e aprimorar seu conhecimento são sempre vistos com…

1 mês ago

Indicadores de manutenção: quais são eles e para que servem?

Os indicadores de manutenção compõe um aspecto essencial da gestão de qualidade do sistema de…

1 mês ago