Como aumentar a autonomia da bateria do notebook

Como aumentar a autonomia da bateria do notebook

Aumentar a autonomia da bateria do notebook é uma coisa que todos os donos de notebook querem saber.

Levante a mão quem nunca pesquisou no Google “como aumentar a autonomia da bateria do notebook?”. Aliás se você chegou aqui é porque está querendo saber justamente isso.

A preferência dos usuários por notebooks, tanto para uso doméstico quanto para uso comercial, já ultrapassa os computadores do tipo Desktop há muito tempo.

São inúmeras as vantagens destes dispositivos, mas é principalmente a sua mobilidade que conquista os usuários.

Atrelado a isso, está a duração de sua bateria. Afinal, de nada adianta ter um computador portátil, que, no momento em que você mais precisa dele para trabalhar longe de uma tomada, não consegue ligar porque a bateria está descarregada.

Além de observar as suas configurações de fábrica, manter alguns cuidados podem melhorar o desempenho da bateria e também ajudar a prolongar a sua utilidade.

Os tipos de baterias

Antes de saber como aumentar a autonomia da bateria do notebook é importante entender um pouco sobre elas. Existem no mercado três modelos deste tipo de bateria, sendo elas:

NiCd (Baterias de níquel-cádmio)

O modelo mais antigo de componente de armazenamento de energia, foi utilizado nos primeiros notebooks lançados há mais de 20 anos atrás, uma verdadeira revolução para a época.

Já ouviu falar sobre a velha história de “bateria viciada”? Este é justamente o tipo que deu origem a esse fato.

Isso por que as baterias de níquel-cádmio acabam criando uma “memória”, não finalizando sua carga quando ligada em uma fonte de alimentação, mesmo quando seu marcador indica que o carregamento foi completado.

A razão desse comportamento se deve ao fato de carregar a bateria mesmo quando ela não está totalmente descarregada ou mantê-la constantemente na tomada.

Ou seja, a bateria passa a carregar até um determinado nível e não totalmente como deveria, mesmo que na tela apareça que ela está em 100% de autoridade.

Outro agravante, é o fato desse modelo ser altamente poluente, por conta da presença de cádmio. Por esses e outros motivos acabaram caindo em desuso, mas ainda podem ser encontradas em dispositivos obsoletos.

Ni-MH (Baterias de hidreto metálico de níquel)

É a evolução das baterias NiCd, mas, ainda assim, não possui tantas diferenças. São menos poluentes e tendem a ser menos suscetíveis ao efeito de memória da sua antecessora.

Apesar dessas melhoras, as diferenças em relação ao modelo anterior são bem discretas, além de uma maior autonomia.

Li-Íon (Baterias de íon-lítio)

O modelo mais recente de bateria, presente em todos os equipamentos produzidos nos últimos tempos, tem capacidade de armazenamento duas vezes superior às baterias de Ni-MH.

Atóxicas e sem o efeito de memória dos exemplares passados, podem ser carregadas, mesmo sem estar completamente sem carga.

Mas cuidado, as baterias de Li-Íon são mais sensíveis às altas temperaturas, que pode causar a esse Hardware danos irreversíveis ou até mesmo provocar explosões.

Como saber se a bateria do meu notebook é potente?

Em primeiro lugar, é preciso esclarecer que a medida que indica a capacidade de armazenamento das baterias de aparelhos eletrônicos – incluindo celulares, tablets, entre outros – é o miliampere-hora (mAh).

Ao comprar um notebook, ou qualquer outro tipo de dispositivo móvel, o que deverá ser observado é o número de células da bateria.

Quanto maior for a quantidade de células, maior será a quantidade de mAh armazenados, e, consequentemente, maior será a duração da bateria.

Em contrapartida, quanto maior a quantidade de células, mais pesado será o componente.

Uma bateria com 6 células, por exemplo, possui entre 4400 e 5200 mAh, sua duração aproximada é de 2h a 2h30. No caso das modernas telas de LED, a duração pode ser duplicada.

Como Aumentar a autonomia da bateria do Notebook

Para aumentar a autonomia da bateria do notebook alguns fatores são cruciais, são eles:

  • Brilho de tela
  • Programas
  • Carregamento
  • Aquecimento

É importante ressaltar que os costumes do usuário também é um fator decisivo no tempo de vida das máquinas.

Por isso, manter bons hábitos ajuda a assegurar que a sua bateria possa trabalhar plenamente por muito mais tempo.

Abaixo veja detalhadamente sobre os fatores que citamos acima e que merecem a sua atenção:

Brilho da tela

Além de ser prejudicial para sua visão, provando extremo cansaço, quanto mais intenso estiver o brilho da tela de sua máquina, mais bateria ela consumirá.

Considere deixar o brilho em níveis abaixo de 50% para economizar em suas cargas.

Aplicações e programas

No ambiente comercial é comum trabalharmos com inúmeros programas simultaneamente, o que também pode ajudar a drenar a bateria do seu notebook ainda mais rápido.

Selecione bem as aplicações com as quais precisa trabalhar, tente deixar o mínimo que conseguir em execução. Além de poupar energia, você também deixará o computador mais rápido.

Carregamento

Apesar das baterias de íon-lítio – usadas nos notebooks mais recentes disponíveis no mercado – não sofrerem com o efeito de memória das suas antecessoras, ainda é recomendado utilizar o dispositivo até que ele indique que precise ser conectado a uma fonte de energia. Essa ação ajuda a prolongar a longevidade da bateria.

Aquecimento

Todos os computadores exigem cuidados com o aquecimento, mas, no caso dos notebooks, essa atenção deve ser redobrada.

Deixá-los em superfícies macias (cama, sofá, cobertor, etc.) ou em ambientes com pouca ventilação podem superaquecer a máquina, causando danos severos em sua bateria.

Procure utilizar o seu notebook em local e com apoio apropriados. É indicado também, ao escolher um notebook, optar pelos modelos com bateria removível.

No caso de possíveis problemas, a peça poderá ser substituída e você poderá continuar usando a mesma máquina.

Desconecte dispositivos USB

Os dispositivos conectado às portas USB do notebook consomem energia do mesmo. Portanto, quando terminar de utilizar o seu pen drive, celular ou qualquer outro dispositivo removível, tire-o da porta USB para reduzir o consumo da bateria.

Desligue o computador quando terminar de usar

Pode parecer bem óbvio, mas muitas pessoas costumam deixar o notebook ligado “toda vida”. Sabe quando só abaixamos a tela do notebook e saímos?

Então, isso não significa desligar o computador, só estamos deixando-o em repouso. Isso faz muito mal à bateria, gerando consumos desnecessários.

Aprendeu a aumentar a autonomia da bateria do notebook?

Viu como não é nada muito complicado? Detalhes simples que deixamos passar no nosso dia a dia podem ser úteis para aumentar a autonomia da bateria do notebook.

É só questão de se habituar a essas práticas que já conseguiremos bons resultados.

Você pode encontrar mais sobre boas práticas com o notebook no nosso artigo “Cuidados com seu computador e manutenção preventiva“.

Vale a pena a leitura!