Aprenda a como calcular o ROI em serviços de TI

Aprenda a como calcular o ROI em serviços de TI

Como Calcular ROI

Toda empresa, seja ela pequena, média ou grande, precisa ter a dimensão em números da margem entre seu gasto e seu ganho, ou seja, do próprio lucro. E uma das formas de obter esses dados com precisão é aprendendo a como calcular o ROI, ou retorno de investimento.

Investir é necessário, principalmente no setor de Tecnologia da Informação (TI), que é um dos grandes responsáveis por manter as empresas em evolução e bom funcionamento no contexto de constante avanço tecnológico e competitividade em que vivemos. E, para isso, são necessários números que possam direcionar esses investimentos.

Além disso, reuniões internas nas empresas sempre exigem a apresentação de relatórios com dados concretos de desempenho dos setores para verificar os investimentos, e os gestores não podem comparecer a elas de mãos vazias.

Por isso, é bastante comum que se procure calcular o ROI (do inglês Return On Investment) em diversos tipos de negócios para ter dados concretos. 

A fórmula desse cálculo é bem simples e é normal que os gestores busquem saber o valor exato de quanto de lucro foi obtido em troca do investimento que fizeram.

Ainda que não seja uma fórmula exatamente complexa, determinar o ROI em TI não é tão fácil assim. 

É preciso entender em profundidade como funciona e quais métricas utilizar, pois nem todas são amplamente aceitas para serem aplicadas.

O que não há dúvida é de que os gestores que lidam constantemente com escolhas sobre investimentos em TI precisam saber o que a empresa ganha como retorno do capital investido em um projeto. 

As decisões não podem ser baseadas em achismos, mas sim em dados. Eles é que vão esclarecer se a iniciativa é significativa para a melhoria da empresa ou não.

Saber como calcular o ROI, portanto, tem como vantagem a capacidade de provar às partes interessadas (sejam diretores técnicos ou gestores executivos) que optar por um determinado investimento em um projeto de TI pode realmente trazer benefícios para o negócio.

É por isso que, neste artigo, trazemos tudo o que você precisa saber para aprender a calcular o ROI dos seus investimentos. Confira!

Como calcular o ROI?

No que diz respeito a como calcular o ROI de forma simplificada para um serviço específico, há uma equação que auxilia e esclarece o procedimento:

ROI (em %) = (Retorno Obtido – Valor do Investimento Inicial)/Valor do Investimento Inicial x 100

Porém sabemos que, nas empresas, diversos fatores influenciam nos processos, e no setor de TI isso ainda se torna mais complexo.

Então para o caso de fazer um cálculo do setor como um todo é preciso ter atenção e cuidado redobrados.

Como a área de tecnologia é mais complexa do que os setores de marketing e contabilidade, por exemplo, o responsável pelo cálculo do ROI deve considerar vários fatores. 

Muitas das vantagens proporcionados pela tecnologia, como ganho de competitividade, redução de erros e automatização de processos não estão ligadas diretamente aos ganhos financeiros do empreendimento. 

Portanto o ROI precisa, neste caso, ser visto como um indicador mais abrangente.

Apresentamos abaixo algumas sugestões das métricas para as quais você deve dedicar mais tempo na hora de calcular o retorno de investimento do seu setor de TI:

 

  • Payback Period: refere-se ao tempo que se leva até que sejam pagos os custos do projeto de TI;
  • Net Present Value (NPV): avalia como os benefícios virão no futuro, baseado em valores financeiros do presente;
  • Internal Rate of Return (IRR): taxa de retorno que se refere aos benefícios apresentados em forma de taxa de juros. Corresponde a uma taxa média obtida por determinado período (mensal ou anual) sobre o capital investido no projeto;
  • Non-Financial ROI: como são classificados os benefícios que não podem ser quantificados financeiramente, que não são palpáveis, quando relativos a um projeto de TI;
  • Balanced Scorecard: relação entre o planejamento de uma empresa e as suas reais capacidades, baseando-se na sua produtividade.

É importante destacar que não há um padrão definido para o ROI, já que ele utiliza métricas diferentes de empresa para empresa.

O que se pode dizer com certeza é que, quanto maior o ROI for, melhor para a organização.

Para isso, é preciso reduzir os custos do investimento, buscar maior eficiência operacional e manter a motivação das pessoas envolvidas na área de TI.

Dicas para aplicar o cálculo do ROI

Você sabe a fórmula de como calcular o ROI, mas não sabe como começar a colocar esses dados em prática? 

Confira, a seguir, alguns passos que podem orientar você nessa fase inicial.

1) Considere os fatos essenciais do cálculo

É importante considerar, antes de mais nada, aspectos como o tempo gasto com a implementação do investimento e os resultados em longo, médio e curto prazo.

Tenha sempre em mente que tudo com o que você for lidar a partir desse momento deve se basear em dados concretos e que os custos definitivos da implementação do cálculo do ROI devem ser bastante precisos.

Não se esqueça de pensar também nos possíveis problemas. Isso vai prevenir você de ser pego de surpresa.

2) Defina as métricas

Como assinalamos acima, as métricas variam de empresa para empresa, e depende das necessidades e dos objetivos de cada gestão. 

Portanto é indicado fazer um estudo aprofundado sobre essas questões para conhecer a empresa o suficiente para definir métricas que realmente apontem dados relevantes para o aperfeiçoamento do setor.

3) Identifique as especificidades do setor de TI e adapte ao cálculo

O setor de TI tem algumas variáveis importantes, por exemplo, a terceirização dos serviços, o número de falhas e o tempo gasto com sistema indisponível. 

Entender o tempo e o consequente valor em dinheiro perdidos com as falhas dos processos também faz uma diferença enorme no cálculo da eficiência do setor de forma geral.

Assim, é possível propor melhorias e novas metas de desempenho com o intuito de melhorar o ROI na sua empresa.

 

Gostou de aprender como calcular o ROI? Está buscando mais informações sobre como aperfeiçoar o setor de TI da sua gestão? Então conheça também o serviço on demand e as vantagens dele para o setor.

Compartilhe no:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *